Vila de Loriga


Atualidade
- Síntese de Acontecimentos e Notícias -


Álbum de Fotografias - Diversas (Fotos)

Álbum de Fotografias - Gente de Loriga (Fotos)

Página seguinte - Fotos de Loriga à noite

Arquivo Memorial - Diversos (Artigos de escrita)

Dados históricos (Artigos de escrita)

Arquivo:- Notícias em Destaque, de anos anteriores, aqui na "Actualidades"

***

Jorge Garcia - Aventura 2011 - Solidariadade para com o Bombeiros Voluntários de Loriga

Jorge Garcia - Aventura 2012 - Solidariedade para com as obras de restauro da Igreja Paroquial de Loriga

Jorge Garcia - Aventura 2013 - "O Caminho dos Peregrinos" movido no espírito da sua própria autonomia


Sábado 20.1.2018 às13H00) TMG

Eduardo Mendes Brito
- Antigo Presidente da Câmara de Seia -

É na verdade altissonante a notícia que corre na comunicação social, nos dando conta que Eduardo Brito, ex-presidente da Câmara Municipal de Seia, foi condenado pelo Tribunal da Guarda a dois anos e dois meses de prisão, com pena suspensa por igual período, tal como aqui se pode ver nesta transcrição de tal notícia.

"O ex-presidente da Câmara de Seia, Eduardo Brito, foi acusado pelo Ministério Público do crime de prevaricação por ter permitido a construção de uma habitação em pleno Parque Natural da Serra da Estrela (PNSE). O ex-autarca, que este ano se candidatou pelo PS à presidência da Câmara da Guarda, será julgado no Tribunal da Guarda juntamente com um ex-director do Departamento de Planeamento, Urbanismo e Ambiente da Câmara e uma ex-secretária da então Junta de Freguesia de Santa Marinha (actualmente Junta da União de Freguesias de Santa Marinha e São Martinho). Todos eles são acusados do crime de prevaricação, podendo vir a ter de pagar, solidariamente, mais de 107 mil euros. Eduardo Brito e o ex-director do Departamento poderão também ser condenados nas penas acessórias de proibição do exercício de função ou de suspensão do exercício de função". (Terras da Beira online)

Não sendo de grande relevância tal notícia aqui neste meu espaço, tendo também em conta de não nos surpreender, no entanto, como não sou daqueles de memória curta, compete-me e ao mesmo tempo podermos recordar Eduardo Brito, quando também como executivo na nossa Câmara de Seia, ter muito ficado a dever a Loriga.
Neste prisma, não podemos esquecer que foi este ex-presidente que com pompa e circunstância anunciou o Museu de Lanifícios para a nossa terra, que como sabemos ficou como miragem. O mesmo que também com pompa e circunstância anunciou oficialmente a aquisição da antiga Fábrica Nunes e Brito, pela quantia de 270 mil Euros, que depois se viu ser mentira. Também foi este ex-presidente que prometeu a quantia de 5.000€ à Banda, quando da sua ida ao Luxemburgo, nunca tendo concretizado essa oferta. Também foi este ex-presidente que prometeu os novos balneários para o
"Ringue" que depois ficaram na gaveta. Assim como, foi também este ex-presidente um dos culpados e deixando para trás o imbróglio das casas da Avenida Augusto Luís Mendes e Avenida Padre Prata, estes alguns dos casos mais relevantes, em que qualquer loriguense tem por direito tirar ilações, quando vê a sua terra ser amplamente prejudicada.


Quinta-feira 18.1.2018 às12H00) TMG

Luís Garcia
- Um aventureiro loriguense -

O Luís Filipe Garcia de Brito, é um jovem loriguense de certa forma com ideias decididas, ao mesmo tempo que nos tem habituado a vê-lo em aventuras que nos surpreende, como é o caso deste recente Vídeo que colocou na Net, em referência a uma verdadeira aventura que fez, só mesmo ao alcance dos destemidos, dos corajosos e dos amantes de grandes desafios.

Só mesmo quem conhece o percurso e esta rota na Serra da estrela, subida de Loriga até à Torre, classificada com o grau de dificuldade grande e ainda mais elevado com as "Penhas" de Loriga cheias de neve, poderá dar um real valor e nos pôr a pensar o risco extremo como o nosso amigo Luís Garcia enfrenta as aventuras, próprio de um verdadeiro guerreiro do povo Lusitano, antigos senhores destes montes altos e destas paragens.
O Luís Garcia, desta vez apenas acompanhado pelo fiel amigo
"Dingo" subiram a "Garganta" de Loriga, por algumas horas foram os reis e dominadores das "Penhas" que cobertas com o lençol branco de neve e gelo, na verdade é preciso audácia e uma vontade arrojada que me prezo aqui enaltecer, que com as tecnologias de hoje elaborou um espectacular Vídeo, que prostrou na Net, no YoouTube, para todos nós e todo o mundo poder visionar. Parabéns Luís, és um herói.

Vídeo no YouTube neste Links

https://www.youtube.com/watch?v=dsF9tMMdHSM&feature=share


Terça-feira 17.1.2018 às15H30) TMG

Informação complementar
- Funeral -

Como informação complementar, aqui se informa que o Funeral do nosso conterrâneo, Joaquim Augusto Correia Caçapo, vai ser realizado amanhã (quarta-feira) dia 17 de Janeiro pelas 15H00 em Loriga, onde será sepultado no cemitério local.


Segunda-feira 15.1.2018 às09H00) TMG

Faleceu
Joaquim Augusto Correia Caçapo

Faleceu ontem (domingo) no hospital onde tinha dado entrada Joaquim Augusto Correia Caçapo, de 63 anos de idade (15.2.1954) mais conhecido no meio lorigunese por "Quim Caçapo"

Este nosso conterrâneo vivia em Oliveira do Hospital, encontrava-se doente já algum tempo

À família de luto os mais sentidos pêsames



Quinta-feira 12.1.2018 às10H30) TMG

Residencial o "Vicente"
- Honrosa distinção -

A Residencial "O Vicente" acaba de ter uma entrada honrosa neste novo ano de 2018, ao ser distinguido mais uma vez e a nível internacional, com a atribuição pela "Gueste Review Awards" Booking.com, da pontuação de 8.9 e também 8.7 para a Casa Fonte Sagrada, referente ao ano de 2017, indo a partir de agora receber o certificado oficial e o autocolante também oficial para a porta ou para janelas.

Como é de conhecimento esta distinção é atribuída anualmente galardoando as propriedades da restauração, através dos comentários, opiniões e votação pelos clientes em online, com pontuação de 2.5 a 10, sendo o 10, a pontuação mais alta, sendo depois apurada a média para todos os comentários que tem de corresponder com uma pontuação mínima de 8.0.
Recorde-se ainda que os clientes ao fazerem os seus comentários, tem que ser baseados de acordo com o - funcionamento; funcionários; serviços e comodidades; limpeza da acomodação; conforto; relação preço/qualidade e localização.
Devemos pois saudar a Residencial
"O Vicente" em Loriga por mais esta honrosa distinção, o que aliás nos vem habituado, porque na verdade inserido no tema, personalização, disponibilidade e funcionalidade, atributos mais que fundamentais que levam a serem reconhecidos, lembrando que no ano de 2016 recebeu também esta distinção com a pontuação de 8.8, que também aqui tive a oportunidade de registar, que me prezo voltar a dizer e realçar, que mais uma vez a Residencial o "Vicente" ensoberbecerem Loriga e os loriguenses.


Quinta-feira 11.1.2018 às07H00) TMG

Vila de Loriga
- Gastronomia mais pobre -

Com o encerramento recente da "Churrasqueira de Loriga" e também do fecho do "Bar do Fonte do Mouro" como agora era mais conhecido, (dois estabelecimentos dos mesmo proprietários) mais duas casas comerciais que fecham a porta na nossa terra, que mesmo sendo duas situações algum tempo previsíveis para esse desfecho não se poderá, no entanto, deixar de lamentar-se.

Se a "Churrasqueira de Loriga" em si é uma pena ver-se fechar, deixando assim de ser uma mais-valia na vila em Loriga, que como se disse há muito que se previa, estabelecimento este que também há muito deixou de ter a mesma potencialidade instituída quando aberta pelo seu primitivo proprietário, lamentando que com óptimas instalações e situada no principio da parte histórica de Loriga, com o seu encerramento passa a ser um decréscimo mais na nossa terra.

O mesmo se não poderá dizer com o encerramento do "Bar na Fonte do Mouro" ou o "Bar da Junta", como assim as pessoas se referiam, só que aqui o desfecho de encerramento sempre foi uma realidade presente, aliás, nunca se chegou a compreender muito bem, o que levou o executivo anterior da Junta de Freguesia a proceder ali num investimento, com vista a um equipamento comercial, neste caso um Bar ou café, que logo à partida e perante a conjuntura dos tempos actuais a viver-se na nossa terra e sem uma requalificação de fundo na Fonte do Mouro, sabia-se de antemão que seria uma casa comercial traduzida em insucesso, nomeadamente, na maioria dos meses ao longo do ano.


Quarta-feira 10.1.2018 às07H00) TMG

Município de Seia
- Descida da taxa do IMI -

O Concelho de Seia é um dos 52 Municípios que aderiram à descida do IMI (Imposto Municipal Imóveis) a pagar e relacionado ao ano transacto 2017, cumprindo assim a promessa eleitoral dos candidatos às últimas eleições autárquicas, que assim sendo é uma boa notícia para os residentes no nosso concelho de Seia.

Mesmo que seja apenas minimamente, saúda-se tal notícia, ao ver-se o nosso Município também a praticar o abaixamento deste imposto municipal, já a começar a ser pago no mês de Abril próximo, se bem, que mesmo assim a nossa Câmara continua a praticar a taxa mais alta, recordando aqui que a valor mínimo permitido por lei é 0,3%, que como podemos constatar, o Município de Seia está pois ainda muito longe desse limite.

Mapa dos 52 Municípios que aderiram agora à descida do IMI


Terça-feira 9.1.2018 às07H30) TMG

ANALOR
- Concerto de Ano Novo -

A Câmara Municipal de Loures promove no próximo domingo dia 14 de Janeiro, o Concerto de Ano Novo, no qual vai estar presente com o seu Grupo Coral a ANALOR (Associação dos Naturais e Amigos de Loriga), bem como, também presente na qualidade de apoiante deste interessante evento, apelando também a todos os interessados para a comparência e assim deliciarem-se a ouvir o Grupo Coral da ANALOR, com as belas canções alusivas à quadra do natal.

"O Concerto de Ano Novo, programado para dia 14 de janeiro, será, na realidade, um conjunto de 11 concertos. Todos às 16 horas, nas sedes das bandas filarmónicas, orquestras ligeiras e grupos corais do concelho de Loures.

Os concertos realizam-se em 11 salas do concelho de Loures, nomeadamente em Bucelas, Cabeço de Montachique, Casainhos, Fanhões, Loures, Pinteus, Sacavém, Santa Iria de Azóia e no Zambujal.

Protagonizado pelas bandas filarmónicas, orquestras ligeiras e grupos corais nas sedes respetivas, o evento tem como objetivo assinalar a entrada no novo ano e, simultaneamente, divulgar o repertório das formações existentes no concelho de Loures."
A entrada é livre.

cm-Loures online


Segunda-feira 8.1.2018 às10H00) TMG

Association les Amis dos Loriguenses
- Balanço ao ano de 2017 -

Acaba de ser tornado público o balanço ao ano de 2017, no que respeita às doações efectuadas pela Association les Amis dos Loriguenses, (Associação dos Amigos Loriguenses) sediada no Luxemburgo, que no seguimento dos eventos levados acabo ao longo de ano, parte das receitas apuradas são então encaminhadas no cariz da solidariedade, um dos objectivos principais e desde a primeira hora instituído quando da criação desta associação

Tem sido na verdade de realce os muitos convívios e festas que esta associação tem realizado, que para além da confraternização, o enquadramento sócio cultural e humanitário tem sido bem evidente, um notável lema para a qual foi criada e que tem vindo a desempenhar em acções de âmbito de solidariedade, que tem sido bem evidente, recordando-se que esta associação com, apenas mais de três anos de existência, (fundada em 16 de Abril de 2014), já comparticipou com donativos com valores de quase três dezenas de milhares de euros, que temos por dever enaltecer e por isso aqui me prezo também realçar.


Domingo 7.1.2018 às11H00) TMG

Doçaria do Natal
- O Bolo-rei -

Bolo-rei é um bolo típico português que se come tradicionalmente entre o Natal e o Dia de Reis. Tempos existiram que na realidade era só nessa altura que eram feitos para assinalar tão importante data do ano, hoje em dia no entanto, existe à venda durante todo o ano sem a mesma amplitude como na quadra do Natal.

De forma redonda, com grande buraco no centro, é feito de uma massa branca e fofa misturada com passas, frutos secos e frutas cristalizadas. Tradicionalmente, no interior do bolo encontravam-se também uma fava seca e um pequeno brinde, normalmente feito de metal.
A fava dava a quem a recebesse numa fatia o direito de pagar o próximo bolo-rei, e o brinde dava sorte a quem o encontrasse. Consta que havia ainda quem colocasse nos bolos pequenas adivinhas, cuja recompensa seria meia libra de ouro, ou mesmo as próprias moedas de ouro, como forma de presentear a quem se oferecia o bolo.

Ontem foi o dia dedicado a este bolo de tradição. O seu nome alude mesmo aos três reis magos. Tenho para com este bolo tradicional português do Natal uma adversidade, vi fazer centenas e centenas deles, vendi também centenas e centenas, tempos há muito idos que ao vê-los confeccionar nessa altura, me levou a nunca ter provado e por isso hoje em dia continuar a desconhecer o seu sabor.


Sábado 6.1.2018 às10H00) TMG

Cantar as Janeiras

Cantar as Janeiras é uma tradição um pouco por todo o nosso país, consiste no cantar de músicas por grupos de pessoas, que vão de porta em porta, pedindo aos residentes algumas sobras dos festejos natalícios, traduzindo-se muitas vezes em dinheiro. Ocorrem em Janeiro, começando no dia 1 e estendendo-se até dia 6, Dia de Reis ou Epifania mesmo até por mais alguns dias, hoje em dia, muitos grupos (especialmente citadinos) prolongam o Cantar de Janeiras durante até por todo o mês.

Em Loriga o Cantar das Janeiras, numa certa amplitude continua ainda bem vivo, se bem que pouco tem dos tempos passados, ainda na lembrança de muitos loriguenses, quando grupos de crianças, jovens e homens, percorriam as ruas indo de porta em porta, cantando em louvor do Menino Jesus lindas quadras de fraternidade e amor que o povo fazia dedicadas a essa quadra natalícia, acompanhadas pelo simples tanger de ferrinhos, desejando Boas-Festas e um bom novo ano aos seus moradores, esperando por alguma recompensa.

Normalmente essas recompensas traduziam-se em contemplar as crianças com guloseimas, os homens e jovens eram agraciados com oferta de filhoses, figos, castanhas secas, chouriço e um copito de aguardente. Por isso, se pode dizer que os tempos são outros e o conceito da própria tradição também vai mudando.

Ano 2015 - Foto Cantar as Janeiras


Terça-feira 2.1.2018 às22H00) TMG

O mês de Janeiro em Loriga
- Mês dos peditórios -

A vila de Loriga é sem dúvida uma localidade de grandes tradições, algumas mesmo seculares que diferencia a nossa terra de outras, nomeadamente, no nosso concelho de Seia. Uma das tradições é relacionada com o mês de Janeiro, praticamente todo ele dedicado aos peditórios, hábito que vem de longe com a memória do passado ainda no presente.
Os peditórios revertem para instituições, organizações ou Santos e festas, alguns efectuados pelas ruas da vila, por isso também a terem uma característica e uma originalidade muito própria, que para além das ofertas monetárias, acontece em alguns peditórios as ofertas em géneros alimentícios, como feijão, grão, milho, queijos, ovos, broa, pão de milho e até garrafas de bebidas, que após o peditório e já no final da tarde eram leiloados no adro da igreja.
Recorde-se ainda que estes peditórios a favor de instituições e organismos e comissões, acabam também por ser uma mais-valia, principalmente para levar a acabo festas, melhoramentos e outras iniciáticas.


Sábado 30.12.2017 às15H00) TMG

Recordar
Carlos Alves Pereira
12.3.1948 - 29.12.2017

Recordar aqui Carlos Alves Pereira, conhecido no meio loriguense por "Carlos Galinha" ou o "Carlos do Miguel" é poder falar de um amigo da velha guarda, como se tem por hábito dizer, amigo de infância do mesmo ano, frutos de uma criação ali no nosso Bairro de S. Ginês, onde uma geração despontava para a vida, que mais parecia como sendo tudo uma só família.
Era uma Loriga de outras eras, onde no Bairro de S. Ginês a crianças mais pareciam um bando de pardais à solta, o nosso amigo Carlos já nessa altura era muito determinado naquilo que fazia, espontava nele uma calma de encher os olhos, recordo estar sempre pronto para ajudar na padaria o seu avô António Galinha, distinguia-se de nós todos pelas ideias avançadas que demonstrava e que me surpreendia a mim particularmente.
Entrava-mos na década de 1960, na altura já com os nossos 12 anos, lembro-me ter sido a um dos primeiros que disse que eu ia partir para Lisboa, ficou para sempre na minha memória o seu olhar a fixar-se em mim e dizer-me
"tens cá uma sorte já ires embora daqui, quem me dera que fosse eu também", mas algum tempo depois também ele partiu de Loriga, com os seus pais e irmãos tendo como destino a bela vila de Alenquer onde se fixaram.
Deixei de o ver a partir dessa altura, mas cada vez que passava naquela estrada nacional a principal do país, que passava bem perto de Alenquer, lembrava-me sempre do amigo Carlos, que só nos voltaríamos a encontrar quando fomos a Loriga à inspecção para a tropa, foram dias de farra e marcantes que com pena nossa foram de pouca duração, para depois nos voltarmos a despedir mais uma vez, para percorrer os trilhos da vida, que se vieram a cruzar na vida de emigrante.
Tal como eu resolveu ele também procurar noutro país dar um rumo novo à sua vida, desde então e mesmo ao estarmos no mesmo país, deixei de o ver regularmente visto estarmos longe um do outro, durante alguns anos eram poucas as vezes que ele ia por Loriga e assim mais difícil se tornava para o encontrar, no entanto, ia tendo sempre notícias dele, sabendo que se adaptou também muito bem ao país de acolhimento, profissionalmente chegou a ser chefe de turno na firma onde trabalhava, teve ainda uma vida de sindicalista activa, assim como, muito activo na sua vida pessoal e em prol da comunidade.
Alguns anos depois passou a ir até Loriga com muita mais frequência, nomeadamente, na altura do verão, a partir de então nos voltamos a encontrar com muita mais regularidade, assim como, o encontrei uma ou outra vez na Alemanha, quando fui de visita à região onde ele vivia, nos nossos encontros tínhamos sempre que falar e muito, principalmente dos nossos tempo de criança e de Loriga e dos seus problemas mais vistos por quem vai de fora.
Tal como eu tinha o Sporting no coração, gosto que nos acompanha desde os nossos tempos de crianças, o nosso amigo Carlos era na verdade um Sportinguista convicto, fazia tudo para poder estar presente nas festas do Sporting anualmente realizadas em Agosto na nossa terra, ainda bem há poucos anos fez parte de uma das comissões de festas, foi ele o grande impulsionador para aquisição de umas dezenas de mesas para as Festas Sportinguistas, que veio a comprar na Alemanha e enviou para Loriga, que muito jeito fizeram, inclusive, também passaram a fazer muito jeito à comunidade loriguense, pois vezes sem conta já foram cedidas para os mais diversos eventos.
Depois de mais de três dezenas de anos como emigrante na Alemanha, resolveu regressar definitivamente a Portugal e em princípio à sua origem, pensou mais que uma vez fixar-se em Loriga, no entanto, decidiu achar por bem ir viver para São Romão, mais precisamente na Catraia, mesmo assim não muito longe da terra que foi seu berço.
Ainda não há muito que tive conhecimento de um mal que o atormentava, que se veio agravando com o tempo, neste último ano não tive a oportunidade de o ver, mas ia tendo conhecimento que a doença se agravava, por isso, já não estando presente na Festa do Sporting do verão passado por falta de forças. Mesmo eu sabendo do agravamento da doença que o molestava, foi com choque que recebi a notícia e me leva a pensar, que de um momento para o outro não somos nada.
Vejo partir desta nossa vida um grande amigo, um loriguense amigo da sua terra, um sportinguista, mais um do meu ano e da minha infância que vejo partir mais cedo, quando ainda também tinha tanto para fazer, só me resta agora dizer até um dia amigo Carlos, quando nos voltarmos a encontrar nesse caso já desse lado de lá.
Descansa agora em Paz.


Sexta-feira 29.12.2017 às17H00) TMG

Faleceu
Carlos Pereira Alves


Faleceu hoje (sexta-feira) no hospital de Coimbra,
Carlos Pereira Alves, de 69 anos de idade (12.3.1948) mais conhecido no meio lorigunese por "Carlos Galinha"

Recordo que este nosso conterrâneo e meu particular amigo de infância lutava já algum tempo com grave doença

O funeral vai ser realizado amanha sábado pelas 14H00 em Loriga, onde será sepultado no cemitério local.

À família de luto os mais sentidos pêsames


Arquivo das Noticias inseridas (últimos meses) aqui no "Actualidades"

***

Janeiro/2016

Março/2016

Maio/2016

Julho/2016

Setembro/2016

Novembro/2016

Fevereiro/2016

Abril/2016

Junho/2016

Agosto/2016

Outubro/2016

Dezembro/2016

***

Janeiro/2017

Março/2017

Maio/2017

Julho/2017

Setembro/2017

Novembro/2017

Fevereiro/2017

Abril/2017

Junho/2017

Agosto/2017

Outubro/2017

Dezembro/2017


Leia e divulgue o Jornais de Loriga, que existem a pensar nos Loriguenses e nos amigos de Loriga
Jornal "Garganta de Loriga" - Propriedade e Administração da ANALOR - Sacavém
Jornal Boletim Paroquial "A NEVE" - Propriedade e Administração Paroquial - Loriga

***

Grupo de Música Tradicional Portuguesa "Grupo Coral da ANALOR"
Contacto:
ANALOR (Associação dos Naturais e Amigos de Loriga - Sacavém, Telef.214917640 -
Email.- analor@netcabo.pt


E f e m é r i d e s

Janeiro

Março

Maio

Julho

Setembro

Novembro

Fevereiro

Abril

Junho

Agosto

Outubro

Dezembro


Álbum de Fotografias - Diversas (Fotos)

Álbum de Fotografias - Gente de Loriga (Fotos)

Página seguinte - Fotos de Loriga à noite

Arquivo Memorial - Diversos (Artigos de escrita)

Dados históricos (Artigos de escrita)


Uma ajuda para com mais rapidez entrar no tema do seu interesse

Indice


Set/1999 - net/prod.© c.Site AMMPina (Ano 2009)