Vila de Loriga



Álbum de Fotografias - Diversas (Fotos)

Álbum de Fotografias - Gente de Loriga (Fotos)

Página seguinte - Fotos de Loriga à noite

Arquivo Memorial - Diversos (Artigos de escrita)

Dados históricos (Artigos de escrita)

Arquivo:- Notícias em Destaque, de anos anteriores, aqui na "Actualidades"

***

Jorge Garcia - Aventura 2011 - Solidariadade para com o Bombeiros Voluntários de Loriga

Jorge Garcia - Aventura 2012 - Solidariedade para com as obras de restauro da Igreja Paroquial de Loriga

Jorge Garcia - Aventura 2013 - "O Caminho dos Peregrinos" movido no espírito da sua própria autonomia



Atualidade
- Síntese de Acontecimentos e Notícias -


INFORMAÇÃO

Durante este período de constante movimentação que possa ter ao estar por Portugal, esta rubrica ACTUALIDADES neste minha Página, poderá eventualmente sofrer algum condicionalismo de atualização, pedindo alguma compreensão ao seguidores desta rubrica.


Segunda-feira 3.10.2022 (às11h00)TMG

O Dia da Unidade Alem
- Tag der Deutschen Einheit -

Hoje é feriado na Alemanha, data que celebra o "Dia da Unificação" ou melhor dito, o Dia da Unidade Alemã (em alemão: Tag der Deutschen Einheit) que se comemora desde o dia 3 de Outubro de 1990, depois da queda do Muro de Berlim e se deu a reunificação das duas Alemanhas, acontecimento para muitos como crucial para mudar completamente a Europa.
A reunificação da Alemanha ocorreu em 3 de Outubro de 1990, quando o território da antiga República Democrática Alemã (RDA ou Alemanha Oriental) criado após a 2ª Grande Guerra foi incorporado à República Federal da Alemanha (RFA ou Alemanha Ocidental).
Após as primeiras eleições livres na RDA, em 18 de Março de 1990, as negociações entre as duas Alemanhas culminaram no Tratado de Unificação, celebrado em 31 de Agosto de 1990, enquanto os entendimentos entre a RDA e a RFA e as quatro potências de ocupação Estados Unidos da América, França, Reino Unido e União Soviética resultaram no chamado
"Tratado Dois Mais Quatro" (celebrado em 12 de Setembro de 1990), que outorgava independência plena ao Estado alemão reunificado.


Domingo 2.10.2022 (às10h00)TMG)

Faleceu
Laura Antunes Moura Silvestre

Faleceu hoje (domingo) Laura Antunes Moura Silvestre, de 100 Anos de idade

Recordamos que a senhora Laura Antunes Moura Silvestre, com 100 Anos, nascida em Loriga em 26. de Abril de 1922, era utente na Casa de Repouso da Nossa Senhora da Guia, era atualmente a pessoa loriguense mais idosa, quatro meses mais do que outro loriguense também na casa dos 100 anos, Armando Reis Fernandes Leitão (23.8.1922).

O Funeral vai ser realizado em Loriga, onde será sepultada no cemitério local

À família de luto os mais sentidos pêsames


Sábado 1.10.2022 (às13h00)TMG)

Chegou até mim com pedido de publicação, para tornar publico esta informação, uma situação a lamentar que visou agora a Página do Ex Combatentes Loriguenses, no Facebook, na verdade hoje em dia muito corrente este tipo situações, pois hoje vive-se assim neste mundo tecnológico, porque à pessoas de malvadez que sonham de noite para fazer mal de dia.


Sábado 24.9.2022 (às18h00)TMG)

Faleceu
Deolinda Florência Martins

Faleceu hoje sábado, Deolinda Florência Martins, de 86 anos de idade (1936)

O Funeral vai ser realizado amanhã (domingo) dia 25 Setembro em Loriga, pelas 14h30, onde será sepultada no cemitério local

À família de luto os mais sentidos pêsames


Sexta-feira 23.9.2022 (às14h00)TMG)

Faleceu
Maria Amália de Brito Romano Costa

Faleceu, Maria Amália de Brito Romano Costa, de 77 anos de idade (1945), que se encontrava doente já algum tempo.

O Funeral vai ser realizado amanhã (sábado) dia 24 Setembro em Loriga, pelas 15h00, onde será sepultada no cemitério local

À família de luto os mais sentidos pêsames


Terça-feira 21.9.2022 (às22h00)TMG)

Fundação Cardoso de Moura
Justíssima Homenagem

Foi de destaque e de realce em Loriga neste passado fim-de-semana, o ato cerimonial da inauguração oficial da Sede da Fundação Cardoso de Moura, depois das obras de restauro a que foi sujeito o velho imóvel que foi habitação do benemérito desta atual instituição e por conseguinte a sede da Fundação, hoje com um património bem valioso e de muita importância para Loriga.
Foi então digno de podermos constatar a justíssima homenagem a dois conhecidos loriguenses,
Carlos José Alves Oliveira e José Francisco Lucas Romano, que se têm notabilizado num verdadeiro espirito bairrista e impulsionador, no engrandecimento da Fundação Cardoso de Moura, que num trabalho de enorme dimensão foram conseguindo elevar para um patamar bem alto esta nobre instituição loriguense, hoje na verdade com um valor patrimonial de grandeza e de enorme importância para Loriga.
Assim, temos por dever saudar esta digna e merecida homenagem, ao se ver atribuído às duas salas nobres da sede da Fundação os nomes destas duas figuras de Loriga, que dessa forma ficarão perpetuados na história da nossa terra, que muito tem dado das suas vidas em prol da Fundação Cardoso de Moura. MUITOS PARABÉNS


Quinta-feira 11.9.2022 (às12h00)TMG)

Fundação Cardoso de Moura
- Cerimonial da Inauguração Oficial da Sede -

Uma notícia de relevo que saudamos, ao ser anunciado a realização já no próximo dia 18 de Setembro, da Inauguração oficial do edifício sede da Fundação Cardoso de Moura, depois das obras de requalificação que foram feitas, que para além de uma total modificação, tornaram um imóvel antigo num equipamento moderno e funcional, que podemos dizer de grande magnitude e de importância vital para esta instituição loriguense.

Tive a oportunidade de recentemente poder visitar a sede da Fundação Cardoso de Moura, conhecendo este imóvel como era e vê-lo agora, não há dúvida que vemos transformar um imóvel como do
dia para a noite, onde na verdade se juntou a imaginação, o aproveitamento dos espaços e ainda o bom gosto, que dessa forma temos por dever enaltecer todos aqueles que contribuíram para que hoje possamos assim ver um imóvel moderno, com a sua história ainda fazendo parte de nós. PARABÉNS aos órgãos diretivos da Fundação Cardoso de Moura, pelo grande trabalho que têm feito, em prol desta nobre instituição.


Quinta-feira 8.9.2022 (às21h00)TMG)

XXXIII Semana Serrana
- Dia 16 a 25 Setembro 2022 -

A ANALOR (Associação dos Naturais e Amigos de Loriga) anunciou o Programa da Semana Serrana 2022, que este ano vai ter como inovação o seu alargamento até Loriga, onde irá decorrer o ponto alto dos festejos, onde para além da muita animação musical, é também referência as exposições culturais, artesanato regional e torneios desportivos. Aqui me prezo a registar o vistoso programa.


Sexta-feira 2.9.2022 (às19h00)TMG)

Faleceu
Joaquim Mendes da Costa

Faleceu hoje (sexta-feira) na Unidade de Cuidados Paliativos em Seia, Joaquim Mendes da Costa, de 76 anos de idade (1945), que se encontrava doente já algum tempo

O funeral vai ser realizado amanhã pelas 18H30 em Loriga, onde será sepultado no cemitério local

À família de luto os mais sentidos pêsames


Domingo 29.8.2022 (às21h00)TMG)

Uma Boa Noticia

Nestes últimos dias foram as redes sociais absorvidas com a notícia de um projeto, que já algum tempo se sabia estar eminente o seu anúncio, que caso se veja concluído, deverá dizer-se que será sem dúvida uma mais-valia e um equipamente gradioso para Loriga e região, até lá vamos serenamente aguardando, sem embandeirar em arco, na sua total concretização.


Quinta-feira 25.8.2022 (às19h00)TMG)

Um gesto que me cumpre aqui expressar


Terça-feira 23.8.2022 (às19h00)TMG)

Faleceu
Horácio Fonseca Lages

Faleceu ontem (segunda-feira) dia 22 de Agosto, em Cascais onde residia, Horácio Fonseca Lages, de 65 anos de idade (3.5.1957)

O funeral vai ser realizado amanhã (quarta-feira) dia 24 de Agosto em Loriga, onde será sepultado no cemitério local.

À família de luto os mais sentidos pêsames


....................... (às6h00)TMG)

Armando Reis Fernandes Leitão
- Faz hoje 100 Anos

Armando Reis Fernandes Leitão, natural de Loriga, onde nasceu em 23.8.1922, faz hoje 100 Anos, a tal bonita idade dos chamados três dígitos, que assim sendo vai passar a fazer parte da famosa Galeria das pessoas loriguenses atingir esta idade centenária.
O senhor Armando Leitão muito conhecido no nosso meio loriguenses por
"Armandinho Leitão" é sem dúvida uma figura de Loriga, de enorme cultura e inteligência, no meu entender é uma autêntica enciclopédia viva, é considerado o loriguense que mais viajou pelo mundo no desempenho da sua vida profissional, parece mesmo que não haverá um local pelo planeta que não tivesse visitado.
Depois de aposentado alguns anos depois radicou-se em Loriga, está na minha memória as suas passeatas que diariamente gostava de fazer, fazendo ver a muitos de nós, apesar da sua idade, como se subia por locais de dificuldade máxima sem problema, como tive a oportunidade de constatar quando eu estava de visita por Loriga, sendo gratificante os momentos de conversa que com ele tinha sempre quando o encontrava, tendo sempre algo para me dizer, ao mesmo tempo que me brindava com o seu sorriso contagiante de pessoa de bem.
Os anos não perdoam e acerca de dois anos atrás, deixou Loriga e passou a viver num Lar de Repouso na região da Grande Lisboa, assim chegando a esta bonita idade dos 100 Anos, que hoje celebra e que aqui me prezo a registar nesta minha Página, da qual ele foi desde sempre um assíduo visitante.

Hoje um dia mais memorável para a nossa Loriga, com mais um seu filho a completar a idade centenária, aproveitando para dizer que esta sua longevidade de vida como dádiva de Deus o vá conservando e que possa comemorar muitos e muitos mais. PARABÉNS senhor Armando Leitão.


Sexta-feira 19.8.2022 (às14h00)TMG)

Hoje 19. Agosto. 2022
Dia Mundial da Fotografia

Hoje Dia Mundial da Fotografia, não podia de maneira alguma deixar de assinalar este dia, aqui nesta minha Página, escolhendo para o efeito uma Foto de registo, realçando não ser todos os dias ver-se o Adro da Igreja de Loriga, com este cenário encantador, foto da autoria e publicada por Zé Fernandes, quando do Concerto de Tributo ao António Variações, realizado no passado mês de Maio.


Quinta-feira 18.8.2022 (às15h00)TMG)

Licor
De Bolo Negro de Loriga

A Confraria da Broa e do Bolo Negro de Loriga, sempre na vanguarda de inovação acaba de criar uma bebida espirituosa, um implemento original e muito oportuno para acompanhar uma fatia de Bolo Negro, sendo na verdade uma interessante iniciativa a saudar, esperando-se que seja de sucesso e que possa chegar a todo o comércio em geral.

Gostei de ver esta iniciativa em Loriga, pena foi não poder estar presente nesse dia na nossa terra, quando da cerimónia do seu lançamento, no entanto, cumpre-me também fazer aqui um reparo, ter sido surpreendido ainda ontem, em o licor ainda não estar disponível em todos os Cafés e Comércio de Loriga em geral, que no meu entender deviam ser os primeiros a terem.


Quarta-feira 17.8.2022 (às9h00)TMG)

Faleceu
Adélia de Jesus Moura Pinheiro

Faleceu na passada segunda-feira, no hospital de Cascais, Adélia de Jesus Moura Pinheiro, de 93 anos de idade (14.2.1929)

Recorde-se que esta nossa conterrânea vivia há longos anos na Parede

O funeral foi realizado ontem (terça-feira) em Trajoce (Parede) onde ficou sepultada no cemitério local

À família de luto os mais sentidos pêsames


Terça-feira 16.8.2022 (às22h00)TMG)

ACTUALIDADES
De volta a esta minha Rubrica

Após um período de não actualização desta minha rubrica, por motivo de momentos de saúde complicados, relacionados com a minha esposa, estou de volta a todos os seguidores que acompanham esta minha página, nomeadamente, a esta rubrica de notícias atuais da nossa Loriga.
Aproveito e quero aqui também expressar o meu vivo agradecimento de gratidão, pelas muitas mas mesmo muitas mensagens recebidas, principalmente, desejando as melhoras e a mais rápida recuperação da minha esposa, que durante este período chegaram até mim das mais variadas formas e através de todos os meios de comunicação. Para todos o nosso muito OBRIGADO.


Quinta-feira 3.87.2022 (às22h00)TMG)

INFORMAÇÃO

Por motivo de força maior esta rubrica ACTUALIDADES, não será actualizada nestes próximos tempos
Obrigado pela atenção e compreensão


Sexta-feira 29.7.2022 (às10h00)TMG)

50 Anos
Do Café Restaurante "Império"

Faz no próximo dia 1 de Agosto, 50 anos da abertura oficial do Café Restaurante "Império" como data da fundação 1.8.1972, se bem que três dias antes da inauguração ou seja em 29 de Julho (sábado) foi ali feito um casamento que foi o primeiro de muitos mais que viriam a ser ali realizados.
Uma casa com cinquenta anos de história, que muito tem para contar, inserido no imóvel que chegou a ser o maior no âmbito habitacional, construção realizada em 2071 e 1972, que era destinado em principio para ser uma pensão e depois idealizado como hotel, um investimento arrojado e de coragem, de
Álvaro Pinto Ascensão (1929-2006) um grande bairrista loriguense, que se encontrava até então radicado em Belém do Pará - Brasil, com a sua família, para onde tinha emigrado nos finais da década de 1950.
Álvaro Pinto Ascensão, amava Loriga como ninguém tendo sempre presente na ideia de deixar o Brasil e poder um dia regressar e fazer algo na sua terra. A sorte por terras do Brasil o foi acompanhando, não tardando que estivesse lançado num bom investimento no ramo da restauração com mais dois sócios, estando perante um grande negócio que lhe fazia ganhar muito dinheiro. Esse investimento situado bem no centro da cidade de Belém do Pará, corria de verdadeira feição, que segundo se sabe era mesmo um negócio de ganhos bem elevados, assim, pouco tempo depois, começou a surgir na sua ideia de investir também na sua terra, programando então na altura o seu regresso a Loriga, bem como, da sua família.
Regressou então a Portugal, deixando o seu próspero negócio nas mãos dos seus sócios, na sua ideia tinha em pensamento fazer uma pensão em Loriga, uma carência com que há muito se debatia a nossa terra, para o efeito era necessário o terreno, de preferência num local central e estratégico da vila, vendo logo esse terreno em algumas courelas que ladeavam a Avenida Augusto Luís Mendes mais conhecida popularmente por
"Carreira" na altura já sem árvores e a receber obras de requalificação, que tinha a ver no desenvolvimento de Loriga, principalmente, relacionado ao projeto do saneamento básico que estava já em marcha.

Se bem o pensou melhor o fez e, pouco depois adquiria o terreno para levar em frente o seu sonho, que logo após se saber o projeto então definido, se passou também a saber ser um investimento audacioso, que logo foi do conhecimento ser um imóvel de enorme dimensão e vistoso que na época foi considerado a maior construção realizada em Loriga.
O projeto começou a ter consistência em 1970, começando o imóvel a tomar a sua forma em 1971, uma construção sólida com a particularidade de ter sido utilizada muita pedra de granito da região, trabalhada pelas mãos de grandes pedreiros de Loriga. O imóvel consistia em dois andares destinado para pensão, rés-do-chão para Café e restaurante e ainda casa de habitação, sub-andares, que constavam em dois pisos, destinado um para salão de festas, salão de reuniões, salão de jogos, quartos de arrecadação e o outro piso designado para instalar uma lavandaria para o serviço da pensão e também para o público em geral.
Estava previsto a total conclusão das obras em Abril/Maio de 1972, no entanto, por essa altura, apenas o r/c do chão, o primeiro andar e o segundo andar, estavam quase praticamente construídos no essencial, mas ia faltando sempre o quase, no entanto, as obras continuavam no seu ritmo prevendo-se depois a conclusão das obras durante o mês de Julho.

O sonho do senhor Álvaro Ascensão era mais que firme de apetrechar a sua terra com uma sua pensão, que parecia nada o fazer impedir para tornar esse seu sonho em realidade, mas como em Loriga sempre houve gente fértil para dar opiniões, nessa altura esses meios de opiniões sucediam-se quase a todo o momento, nomeadamente, por gente influente da nossa terra, que de certa forma tiveram preponderância no senhor Álvaro Ascensão, o convencendo que em vez de uma simples pensão fosse antes um hotel, que veio a excitar também no senhor Álvaro uma maior ambição, que de imediato começou a dar passos nesse sentido, mesmo até se possível um hotel com estrelas, desde então este imóvel começou a ser cognominado pelo povo como o prédio do "hotel".
Nessa ideia despertada no senhor Álvaro, de ser
"hotel" em vez de pensão, levou-o a dar passos ao mais alto nível, recordo de uma dessas reuniões realizada num grande hotel na Figueira da Foz, com uma das mais altas e prestigiosa figura do Turismo no país, onde depois de o senhor Álvaro apresentar o seu projeto, foi-lhe dado a conhecer os requisitos necessários para hotel e o enquadramento dos preceitos essenciais para o modo de "estrelas" que nesse projeto que ali foi apresentado era necessário fazer na sua obra algumas alterações que foram então realizadas.
O nome
"Império" para o hotel e café restaurante foi o escolhido pelo senhor Álvaro, o mesmo nome do seu negócio no Brasil, sendo de relevo o facto, que o café, o restaurante e a cozinha, foram desde logo apetrechados, com o mais sofisticado equipamento da atualidade e da melhor qualidade que existia na área da restauração, onde na verdade nada faltava, passando até a ter de certa fama na região como dos mais moderno que existia, tendo sido uma empresa da cidade do Porto, que veio instalar tudo levando duas a três semanas a fazer todo esse trabalho de instalação.
A data oficial da abertura do
"Império" como se disse foi atribuído a 1 de Agosto de 1972 (terça-feira) da semana da festa da Nossa Senhora da Guia, que foi na verdade um êxito, o mesmo aconteceu com o hotel, também com lotação esgotada para pernoitar, pelas muitas pessoas da comunidade loriguense sediada em Sacavém, que visitaram Loriga nesses dias. Recordando-se também que quando da abertura do café e restaurante, estava ainda na fase de acabamentos, faltando ainda a colocação dos azulejos nas paredes laterais e ainda alguma pinturas que só foram concluídos nos meses seguintes Setembro/Outubro.
No entanto, depois de passar a festa da Nossa Senhora da Guia e com a partida dos muitos visitantes, por estranho que pareça o café
"Império" caiu numa certa monotonia, porque o hábito enraizado de que o centro da vila era ainda na parte histórica, nomeadamente na "Praça" onde existiam os dois históricos cafés, parecia estar esquecido pela população de Loriga, que na "Carreira" já existia um outro.
Aos poucos lá foi tomando forma a sua existência com o café e restaurante a ter uma clientela de regularidade, também solicitado para casamentos e outros eventos celebrativos, bem como, também o hotel a ser muito procurado para pernoitar, por caixeiros-viajantes e não só, tudo decorrendo de certa normalidade, tendo-se a certeza que a vila de Loriga com esta infra-estrutura ficou muito mais enrequecida.
Parecia tudo a correr à feição e dentro da expectativa do sonho do senhor Álvaro Ascensão, até que com o aproximar do final do ano, de 1972, alguns problemas surgiram relacionado com o seu negócio que tinha no Brasil, originando acumulação de dificuldades económicas para o pagamento do grande investimento efetuado (em grande parte dependente desse seu negócio naquele país) resolvendo então encerrar o Café Restaurante
"Império" e o Hotel, o que veio acontecer no dia 31 de Dezembro de 1972, voltando ao Brasil com urgência para resolver a situação surgida.
Assim, este encerramento foi o primeiro de vários que depois teve ao longo dos anos e da sua história, passando por vários gerências, com a permanência sempre do seu primitivo nome "Império" que o fez ficar para sempre como uma referência em Loriga, como hoje ainda acontece e aqui me aprazo a registar os 50 anos deste lugar, com o lema
"recordar é viver".


......................... 29.7.2022 (às9h00)TMG)

Festa em honra
De São Sebastião em Loriga

Hoje sexta-feira, dia 29de Julho, tem inicio na vila de Loriga, a Festa de São Sebastião, tradicional festejo em honra deste Santo martírio, anualmente realizadas e que nestes dois últimos anos foi também interrompido, por causa da pandemia que assolou o mundo.
Hoje os festejos estão mais endereçados para o centro da vila, onde até altas horas da noite a música, as cores e as luzes, serão na verdade o ponto alto.


Quarta-feira 27.7.2022 (às21h00)TMG)

Recordar no tempo
Locais históricos hoje moribundos (IV)

Situada na Estrada Nacional Nr. 321, encontra-se antiga Fábrica dos Leitões que deu o nome àquele local, atualmente na versão de mais umas ruínas, lembrando-se que chegou a ser uma das principais empresas da área dos lanifícios em Loriga e mesmo do concelho de Seia, isto na década de 50 do século passado.
Local também repleto de história que se as pedras falassem, parece não haver uma que não tivesse algo para contar, tendo sido um dos maiores golpes duros na nossa terra, quando do seu encerramento na década de 1960, que fez derramar muitas lágrimas, arrastando Loriga para um dos colapsos económicos mais sentidos e vividos pelo seu povo.
Teve ainda uma nova vida quando da criação de uma empresa de malhas, que chegou a viver uma época rutilante e dourada, para voltar a cair e chegar-se aos tempos atuais transformada na imagem de mais umas ruínas na nossa terra, num cenário desolador onde impera um silêncio moribundo, que entristece qualquer um de nós.
Acerca de três ou quatro anos atrás, uma luz emergiu ao fundo do túnel ao saber-se que estava previsto nascer ali um empreendimento na área do turismo, com o aparecimento de um potencial interessado nesse sentido, segundo se sabe este interesse continua ainda bem vivo, que se assim fosse seria na verdade muito importante para Loriga.
Ver para crer como disse o Santo Tomé, é o lema que optei já alguns anos a esta parte no que diz respeito a projetos ou algo a fazer em Loriga, aliás, só mesmo depois de concluído o que quer que seja, a que tenho hábito de falar e dar relevo nisso, fora disso nunca mais ninguém me ouviu dizer o que quer que fosse sem ver terminado, por isso, este é mais um projeto de que se fala no nosso meio loriguense, que sendo levado em frente, seria na verdade fantástico para a nossa terra.
Mesmo se falando do que possa vir a ser, por enquanto, vamos vivendo com a realidade de estarmos familiarizados diariamente com a encenação desolada das suas ruínas, local que foi vida e tem muita história, mas que com este cenário que olhamos, vamos ouvindo e esperando, esperando até quando, não se sabe.


Terça-feira 26.7.2022 (às10h00)TMG)

Recordar no tempo
Locais históricos hoje moribundos (III)

A Fábrica da Redondinha, situada no local chamado por esse nome é mais um caso que foi sempre difícil de compreender, mais um lugar de história triste, abandonado e bem moribundo, que chegou a ser falado como o local mais indicado para instalação de um museu de lanifícios, mas que vemos os anos passar mas quanto a museu nem vê-lo.
Por altura do ano de 2005, mesmo se sabendo que seria o mesmo a ganhar a Câmara, mas na ânsia de angariação muitos mais votos em Loriga nas eleições autárquicas, um candidato à Câmara, tinha como bandeira da sua campanha, a promessa de ser em Loriga que iria ser instalado o futuro Museu de Lanifícios do Concelho, sendo falado o lugar da Redondinha para esse efeito. Foi tudo muito bonito e houve até para os loriguenses uma esperança de ver concretizar assim tão grande desejo, que veio a ser sol de pouca dura, porque esse projeto ficou depois esquecido no fundo da gaveta, com o desplante de esse mesmo Presidente do Município, vir mais tarde anunciar, que afinal seria numa outra localidade do concelho a colocação desse museu.
Estranho, mas mesmo muito estranho, por mais uma oportunidade perdida, nunca ficando esclarecido a razão de tão volte face ocorrida, ficando assim mais um local onde as ruínas predominam e sem vida, com a certeza de que outras ruínas irão acontecer, se entretanto, não deitarem a mão ao inevitável que isso possa suceder, ficando os loriguenses à espera de ver vida naquele local, mas que infelizmente vamos pensando que irá ser mais um dia talvez nunca.


Domingo 24.7.2022 (às22h00)TMG)

Concerto na Praia Fluvial de Loriga

Num cenário de luz e cor a sobressair na noite, teve lugar na Praia Fluvial de Loriga um Concerto pela nossa Banda Filarmónica que foi de encantar, inserido no tema "Loriga 22" que mais uma vez aqui tenho por direito saudar. Aproveito também registar estas fotos fantásticas, da autoria do consagrado fotógrafo loriguense Carlos Zé, que nos tem habituado com fotos de fascinar.

Fotos Carlos Zé


Sábado 23.7.2022 (às15h00)TMG)

Faleceu
Maria Isabel de Brito Pereira Matos

Faleceu hoje (sábado) subitamente em Loriga, Maria Isabel de Brito Pereira Matos, de 84 anos de idade (29.9.1937)

O funeral realiza-se em Loriga no próximo dia 26 (terça-feira) pelas 10h00, onde será sepultada no cemitério local

À família de luto os mais sentidos pêsames


Sexta-feira 22.7.2022 (às8h00)TMG)

Ex Combatentes Loriguenses do Ultramar
- Uma Visita de Destaque e Informação -

Em resposta ao convite formulado pela comissão do 5º. Convívio dos Ex Combatentes Loriguenses do Ultramar, que vai ter lugar no próximo dia 30 de Julho, visitou a vila de Loriga o senhor Tenente Coronel Gabriel da Liga dos Combatentes, da delegação de Viseu, que no âmbito protocolar veio comunicar que vai estar presente no nosso convívio, uma delegação representativa da Liga dos Combatentes, sendo assim esta uma noticia de realce que nos cumpre aqui registar. Foi esta individualidade recebida pelos membros da Comissão do 5º. Convívio, António José Leitão; António Gabriel Pina; António Moura Pinheiro; José Fernandes Pina e António Moura Pinto.
Vai ser seguramente um marco histórico para a história dos nossos convívios a presença da Liga dos Combatentes, que vai estar representada ao mais alto nível, que sem dúvida vai ser preponderante de divulgação dos nossos Ex Combatentes Loriguenses, bem como, importante para Loriga, seu povo e ainda um passo em frente e essencial no desejo que tem crescido a passos largos, de tornar o grupo dos Ex Combatentes Loriguenses como designação "NÚCLEO", que será na verdade, uma forma orgânica mais ajustada, nomeadamente, como organização mais condizente no meio comunitário.
Assim, foi um privilégio para a presente comissão ter recebido esta distinta personalidade da Liga dos Combatentes, no enquadramento preparatório do 5º. Convívio, que para lá da beleza natural da nossa terra que muito o encantou, visitou vários locais da nossa terra, que depois de informado sobre o historial dos Ex Combatentes Loriguenses, fez largos elogios à nossa história, ao nosso monumento, ficando então protocolado que a presença de uma delegação cerimonial a Loriga será ao mais alto nível formal, da delegação da Liga dos Combatentes em Viseu, assim como, previsto também a presença de uma alta personalidade da Liga que virá diretamente de Lisboa.
Numa acção de hospitalidade como é apanágio dos loriguenses, foi esta alta figura presenteado com um almoço realizado no Restaurante "O Vicente" que no final do mesmo foi de destaque os largos elogios que expressou ao ser assim tão bem recebido, ao mesmo tempo enaltecendo a boa gastronomia que teve a oportunidade de saborear nesta zona da Serra da Estrela, dizendo que lhe ficará na memória esta sua primeira visita à nossa Loriga.
(agirolo - Julho/2022)

(Retirado na integra do FaceBook - Página dos "Ex Combatentes Loriguenses do Ultramar")


Quarta-feira 20.7.2022 (às22h00)TMG)

Recordar no tempo
Locais históricos hoje moribundos (II)

Antiga Fábrica Nunes & Brito Lda., situada ao fundo da "Carreira" local como assim se chamava no século passado, mais um lugar de história que muito tinha para contar, mas hoje olhamos para aquele cenário desolante versão ruínas, verdadeiramente moribundo, esperando todos de um dia o ver a desmoronar totalmente.
Olhando aquele imóvel vêm à memória, de há pouco mais de uma dezena e meia de anos atrás, um certo presidente da Câmara de Seia em colaboração com o presidente da Junta de Freguesia na época, com pompa e circunstância proclamarem alto e bom som, da aquisição por parte do Município daquele imóvel (como se poderá ver ainda num vídeo prostrado na Net) glorificando até ser conseguido por metade do preço, quando afinal não passou de mais uma mentira em que os políticos são por norma criadores.

Mas vamos supor, se realmente fosse adquirido, como deveria ter sido feito, na altura existiam já um montão de planos para aquele espaço, que seriam de muita importância e de útil para Loriga, havia até ideias firmes para isso, houve até uma em que alguém falou, que consistia num projeto para aquele imóvel, que se fosse em frente, hoje era um equipamento mais na nossa terra e na altura, hoje e no futuro, com os postos de trabalho mais que garantidos.
Aquisição sem mentira daquele imóvel em Loriga, era um dever a cumprir por parte do Município e que não foi feito como competia e foi prometido, mas depois outros valores se levantaram, que me leva o pensamento a uma coisa que me parece certa, tendo em conta por aquilo que estamos habituados a ver, imagine-se este imóvel estivesse em Seia, estou mesmo completamente certo, que há muito teria sido adquirido pelo Municipio, isto muito e muito antes da se ter dado a derrocada e o imóvel virar a ruínas.
Como loriguense leva-me ao pensamento e parece-me ainda ver aquele imóvel quando tinha vida, som e alegria, quantas vidas por lá passaram, laborando e ganhando o pão de cada dia, quantas as histórias ficaram por contar, tudo o vento levou, resta-nos agora olhar para aquelas ruínas cheias de histórias, numa versão de cenário triste, silencioso e consternado.


Segunda-feira 18.7.2022 (às21h00)TMG)

Recordar no tempo
Locais históricos de Loriga hoje moribundos (I)

Situado na Estrada Nacional 231, a antiga Metalúrgica Vaz Leal queda silenciosa, fria e moribunda, recordando-se que chegou a ser uma das mais importantes do concelho e mesmo do distrito da Guarda, que tanta história tem para contar, até que chegou um dia e deixou de labutar. Disseram alguns que não acompanhou a evolução dos tempos, outros diziam por má gerência e outras mais situações, mas certo é que ainda chegaram tempos de horizontes de esperança ou voltar a laborar, até que numa última vez foi sol de pouca dura e encerrou definitivamente.

Por notícias a circular pelo povo, nos dão conta que toda aquela área foi adquirida por compra por um conceituado empresário de Seia, do ramo de queijaria, só que se desconhece por agora qual é projeto para aquele vasto espaço, que seria importante isso sim, que fosse algo que tornasse mais enriquecida a nossa terra, nomeadamente, com postos de trabalho, por enquanto agora vamos vendo aquele local silenciado e sem vida, só que não se sabendo até quando.


Sabado 16.7.2022 (às13h00)TMG)

Festa em Honra
Da Nossa Senhora da Guia

Foi já anunciado e colocado nos locais habituais, o programa da Festa da Nossa Senhora da Guia, a maior festa religiosa que se realiza anualmente em Loriga, que vai ter lugar nos dias 4, 5, 6, 7 e 8 de Agosto, que por norma atraia à sua terra natal centenas de loriguenses espalhados pelo país e pelo mundo.

Depois dos dois anos de interregno por motivo do Covid19, cá temos de volta a tradicional e centenária festa da Nossa Senhora da Guia, com um vastíssimo programa que vai esperar por todos, que para além da referência dos actos religiosos, haverá muita música, divertimento e confraternização, dias que tornam a nossa Loriga diferente, bem movimentada não só pelos loriguenses como também por muitos visitantes transformando a nossa terra de cor, luz e alegria.

Com é habitual o ponto mais alto da festa em honra da Virgem de Loriga, é sem dúvida a majestosa procissão a ter lugar no domingo dia 7 de Agosto, com início marcado para as 9H30, que vai percorrer as principais ruas da vila até ao Santuário, autentico caminho de peregrinação num verdadeiro espírito de fé e devoção, que logo ali chegada é realizada a Missa Campal com o povo a espalhar-se pelo belo Recinto.


Sexta-feira 15.7.2022 (às13h00)TMG)

Faleceu
Maria Helena de Jesus Moura

Faleceu esta manhã em Loriga, Maria Helena de Jesus Moura, de 89 anos de idade (1932)

O Funeral vai ser realizado amanhã (sábado) em Loriga, pelas 18h30, onde será sepultada no cemitério local

À família de luto os mais sentidos pêsames


............................ (às10h00)TMG)

Homenagem a uma Figuras de Loriga
Mais um justo Tributo

No próximo dia 31 de Julho, mais uma justa homenagem vai ser levada a efeito ao Maestro António de Brito Pereira, uma figura esquecida da nossa terra, realçando-se assim mais um acto impulsionador de loriguenses de gema, como se diz na gira popular, que muito têm feito sobre pessoas da nossa terra que têm sido simplesmente olvidadas.
Ao vermos assim concretizado com justiça mais um tributo a uma figura da nossa terra, fazendo parte na Toponímia de Loriga, deve-se pois saudar ao ser atribuído o seu nome à rua onde esta figura loriguense viveu praticamente toda a sua vida.

António de Brito Pereira
1895 - 1987

Nasceu em Loriga, em 17 de Maio de 1895, filho de António Pereira e de Emília Lopes de Brito.
Desde muito novo começou a ter um gosto especial pela Banda, onde ingressou, vindo a notabilizar-se ao tocar diversos instrumentos, mas seria o Bombardino, a consagrá-lo, dizem até, que era um verdadeiro artista a tocar esse instrumento.
Homem humilde, de poucas falas, sofreu na carne a sua condição social. Alfaiate de profissão, ou por necessidade, era no entanto, a música que mais lhe estava no coração.
Era do pão que lhe faltava em casa, cujo filhos bem sentiram. Só que em vez de cortar mais pano, copiava papéis de música horas e horas sem conto. Só que em vez de alinhavar mais, perdia-se no sonho belo da cultura musical da sua terra.
Foi regente da Banda de Loriga, quando era ainda relativamente muito novo, funções que viria a desempenhar muitas mais vezes. No total deve ter estado na regência da Banda de Loriga cerca de 30 anos.
Trabalhou sempre incansavelmente para não deixar acabar a Banda da sua terra, porque em determinada altura parecia agonizar, devido a uma boa parte de loriguenses partirem para outras paragens, nomeadamente Sacavém e Brasil.
Esteve arredado da Banda Musical durante 30 anos, sofrendo interiormente quase um degredo. E era fácil vê-lo escutando a sua Banda, procurando ser discreto, mas a paixão não o deixava ocultar. Voltaria novamente à regência da Banda Filarmónica da sua terra, depois de todos esses anos, já velhinho, uma vez mais para a salvar.
Popularmente mais conhecido por "
Mestre Barriosa", foi a muitos que ensinou música, passando-lhe pelas mãos quase todos os executantes da Banda de Loriga no seu tempo, até se dizia que era "ele a fazer a Banda, e depois eram outros a possuí-la".
Sendo pessoa de bem tinha na sua modéstia, uma virtude, que ao longo dos tempos lhe fez angariar a estima, a amizade e o respeito dos seus conterrâneos.
Chegou a ser regente de outras Bandas, a de Silvares e depois a de Candosa, mas nelas não
"murou" muito tempo, pois a Banda de Loriga e a sua terra, para ele eram tudo.
Era casado com Maria dos Anjos Alves Dinis, e pai do Albano, Manuel, João, António e Idalina, que tal como o pai muito viriam a fazer pela comunidade loriguense.
Faleceu velhinho e cansado em Loriga, no dia 24 de Junho de 1987, o funeral foi realizado para o cemitério local onde ficou sepultado. Perdendo Loriga um dos seus filhos queridos, que adorando a sua terra, acima de tudo amava a sua Banda, que por ela, grande parte da sua vida lutou, para que continua-se a manter-se bem viva e bem activa.


Quinta-feira 14.7.2022 (às10h00)TMG)

Associação Loriguense de Apoio à Terceira Idade
32º. Aniversário da sua Fundaçã

No passado dia 12 de Julho fez 32 anos da fundação a Associação Loriguense de Apoio à Terceira Idade (12.7.1990) sendo assim a vontade de 25 Loriguenses de todas as condições sociais, que outorgaram a respectiva escritura pública nesse dia, tendo os respectivos estatutos sido publicados no Diário da República, Nr.195, III Série de 24.08.90, e sendo a Comissão instaladora constituida pelos cinco primeiros outorgantes:
-Carlos Nunes Cabral Júnior; António José Aparício Conde; Fernando Ambrósio Pereira; Padre Francisco Borges Ascensão e António Pinto Ascensão.
A fundação desta Associação teve por objectivo, dar apoio aos idosos e promover o voluntariado humanitário em Loriga e, o seu âmbito de acção abranger toda a freguesia de Loriga.

Associação Loriguense de Apoio à Terceira Idade (2004)Terceira Idade (2004)Terceira Idade (2004)Terceira Idade (2004)Terceira Idade (2004)Terceira Idade (2004)


Quarta-feira 13.7.2022 (às11h00)TMG)

Faleceu
Aurora Alves Pereira

Faleceu ontem no Convento do Crato (Alentejo) Aurora Alves Pereira, de 88 anos de idade (2.1.1934) que ultimamente se encontrava muito doente

O funeral vai ser realizado amanhã em Loriga, onde será sepultada no cemitério local


À família de luto os mais sentidos pêsames


...................... 13.7.2022 (às10h30)TMG)

Colocação do novo piso
De acesso ao Campo de futebol

Estão a decorrer os trabalhos de colocação do novo piso ao ramal de acesso ao campo das "Casinhas" transformado em Parque de estacionamento e de apoio à Praia Fluvial de Loriga, uma mais-valia para as viaturas, visto que o acesso existente era na verdade impróprio, que muitos automobilistas evitavam e receavam utilizar para estacionar naquele espaço.

Ontem

hoje


Terça-feira 12.7.2022 (às19h00)TMG)

Banda de Loriga
Concerto na Praia Fluvial

No próximo dia 23 de Julho, pelas 20H00, vai ter lugar na Praia Fluvial de Loriga um Concerto pela nossa Banda Filarmónica, um evento bem oportuno e uma interessante ideia inserida no tema "Loriga 22" que temos por dever saudar, dando os parabéns por estas iniciativas de ver ali na nossa Praia Fluvial a nossa banda de Loriga.

Já agora pode-se dizer que seria interessante ao longo da época balnear, mais concertos ali pela nossa Banda e se possível até em horário nobre onde estão muitas mais pessoas, sabendo nós todos que a maioria dos visitantes são de fora, que assim seria um meio mais de divulgação da nossa Banda e quem sabe até um passo para adquirir mais mercado. Presumo nesta minha evidência, que de certa forma será impossível, no entanto, lembrei-me de aqui registar esta sugestão por aquilo que me prezo de ver por outros lados onde estou inserido.


Segunda-feira 11.7.2022 (às11h00)TMG)

Avenida Augusto Luís Mendes
A vergonha da obra pública inacabada

Passa um ano passa mais outro, já passaram dez e estamos perto de duas dezenas de anos, em que o cenário do loteamento da Avenida Augusto Luís Mendes continua a ser o mesmo, entretanto, promessas e mais promessas, reuniões e mais reuniões na Câmara, mais uma programada para amanhã terça-feira (será que vai haver nesta uma luz ao fundo do túnel), esforçam-se os moradores, esforça-se o poder local, mas a realidade é sempre a mesma, mas em contra partida milhões e milhões e mais milhões estão a ser investidos em Seia, no lugar da feira e na avenida.

Dizem então alguns que os milhões investidos em Seia, é dinheiro da Europa, é caso para perguntar e então Loriga e as outras localidades do concelho não são europeias. O projeto destes milhões de investimento que estão a ser feitos em Seia, têm menos de oito anos, mas o projeto das obras públicas que deviam estar feitas no loteamento na Avenida Augusto Luís Mendes, na vila de Loriga, estão acerca de 20 anos à espera de serem concluídas

Consternador e de vergonha é com que vivemos, vai como se disse para duas dezenas de anos, com as obras inacabadas que a Câmara Municipal de Seia, devia e competia à muito realizar e não realiza, o mesmo que dizer é um cenário de vergonha para a Câmara, mas é a nossa terra e os loriguenses que pagam essa vergonha.

Como loriguense, é triste de ver esta obra pública inacabada nesta avenida de entrada da nossa terra, como morador o meu sentimento de total desilusão, dizendo até totalmente de frustração, o que leva ao meu pensamento de não ter imaginado tudo isto que está acontecer muito perto das duas dezenas de anos atrás, hoje tenho a plena certeza que nunca mas mesmo nunca, tinha empreendido o sonho de ter uma casa na minha terra.


Domingo 10.7.2022 (às10h00)TMG)

A arte dos trabalhos Artesanais

Um belo conjunto de casas de trabalho artesanal foi-me dado a conhecer e poder admirar, da autoria do António Brito Lages, onde nos seus tempos livres vai executando todo este trabalho com verdadeira perícia, utilizando os materiais que encontra pela nossa terra e região, em que o autor coloca todo um saber e imaginação digno de apreciar, que se deve saudar.

Começando como um meio de passatempo, foi o nosso amigo
António Lages tomando gosto e assim foi conseguindo ter um certo espólio, resolvendo passar a divulgar todo este seu trabalho, ao mesmo tempo poder vender a todos aqueles que apreciam esta arte artesanal, em que nos faz viajar no tempo de recordações das muitas aldeias da nossa região.


Sábdo 9.7.2022 (às9h00)TMG)

Efeméride
30 Anos
Do Jornal "Garganta de Loriga"

Faz este mês de Julho, trinta anos da saída do primeiro número do Jornal "Garganta de Loriga" sendo atribuído à primeira edição o número "0". Foi fundado em 1992, sendo logo desde a primeira hora endereçado como meio noticioso e de informação para a dimensão da comunidade loriguense sediada na Grande Lisboa, em Loriga e no mundo.
Numa ideia firme de uma identidade independente, foi o concretizar um sonho há muito acalentado, que foi tornado realidade quando da fundação da ANALOR (Associação dos Amigos e Naturais de Loriga) graças à grande vontade e iniciativa dos seus fundadores.
De acordo com as directrizes decididas, pertence ao Presidente da Direcção da ANALOR em funções ser em simultâneo Director do Jornal "Garganta de Loriga" Foi o seu primeiro Director, Carlos Melo, tendo como Corpo Redactorial António José Leitão, Jorge Amaro e Pinto Gonçalves.
Chegou a ter um razoável número de assinantes, um jornal que passou desde a sua fundação a ser uma sempre presença certa que leva um "cheirinho" de saudade de Loriga e das suas gentes, a muitos dos Loriguenses e famílias espalhadas por Portugal e pelo mundo.
Aqui registo este efeméride saudando este nosso jornal ao mesmo tempo que me apetece dizer venha mais 30.


Quinta-feira 7.7.2022 (às10h00)TMG)

Festa em honra
De São Sebastião em Lorig
a

Realiza-se nos dias 29, 30 e 31 de Julho a tradicional festa em honra de São Sebastião em Loriga, voltando-se assim a organizar uma festa muito enraizada na nossa terra, depois de dois anos de interregno derivado ao Convid19, uma festividade que por norma atrai a Loriga muitos visitantes.

Recordando-se um pouco da história do São Sebastião em Loriga, é um Santo venerado com capela própria, que apesar de pouco se saber da razão da sua construção naquele local, sabe-se que já existe naquele lugar há mais de dois séculos. Em recortes antigos e relacionados à década de 1750, era já referenciada como estando situada a "duzentos passos distantes da povoação no caminho para Valezim", na qual não se faziam festa ou romaria alguma.

Segundo essa descrição, para essa época, a capela ficava longe da povoação, se tivermos em conta a existência de outras capelas já a ficarem rodeadas pelo povoado, como era os casos das capelas de Santo António e S. Genês hoje Nossa Senhora do Carmo, pensa-se por isso, ter existido uma boa razão para a construção de uma ermida naquele local.

Recorrendo a relatos antigos tem-se conhecimento, que sendo o caminho e trajecto de Loriga para outras povoações, aquele local era um lugar aprazível, de descanso, onde corria abundante água. Ali os viajantes paravam, por momentos, para descansar e, ao mesmo tempo, oravam pela viagem que estavam prestes a iniciar ou, aqueles que ao chegarem, ali paravam orando e agradecendo a viagem que tinham acabado de efectuar.


Domingo 3.7.2022 (às11h30)TMG)

Praia Fluvial de Loriga
- Hastear de Bandeiras -

Ontem sábado dia 2 de Junho de 2022, foi realizada uma singela cerimónia do Hastear de Bandeiras, com as quais a Praia Fluvial de Loriga, foi galardoada para este ano de 2022, nomeadamente, a Bandeira Azul, Bandeira de Ouro e Bandeira Acessível, as Bandeiras oficiais atribuídas, pela Quercus, (Associação Nacional de Conservação da Natureza)
Assim, com esta cerimónia solene dos içar das bandeiras na Praia Fluvial de Loriga, deu-se também a abertura oficial da época balnear, estando assim reunidas todas as condições à espera dos visitantes para assim poderem auferir de um recanto paradisíaco e um lugar de verdadeiro hino da natureza.
Visitem pois a Praia Fluvial de Loriga, estando nós certos que irá passar momentos inesquecíveis que não mais vai esquecer, em que para além de reparar que está no local de excelência de laser, usufruirá de ares puros e águas cristalinas, contemplando ao mesmo tempo paisagem de encanto, que estou também certo que o fará exclamar. Belo!.. Sim belo!.. que fará também despontar em si um sentimento e uma enorme vontade de voltar.
Visitando a Praia Fluvial de Loriga, aproveite também a visitar a Vila e todo o seu encanto dos seus locais de história, das suas ruas, largos e becos, que estamos certos vai gostar de admirar e vai gostar como todos nós gostamos de ver.


......................(às10h30)TMG)

Depósito para colocação
Dos Óleos alimentares Usados

Agora de visita a Loriga gostei de ver o Depósito agora existente para colocar os Óleos Alimentares Usados, que segundo sei está a ser a nível do concelho, excelente ideia que espelha bem a preocupação do interior, quando recordamos que alguns anos atrás se podiam ver só nas grandes cidades.
No que nos diz respeito à nossa Loriga, saudamos ver este depósito, esperando-se isso sim que se respeite e seja sempre no essencial usado, que assim dessa forma é um bem precioso para a nossa terra e para o meio ambiente em geral.


Sábado 2.7.2022 (às8h30)TMG)

Sociedade Recreativa e Musical Loriguense
116º. Aniversário

Num ambiente festivo, de convívio e fraternidade, comemorou-se ontem o 116º. Aniversário da nossa Banda de Loriga (1.7.1906) um vastíssimo historial secular que os loriguenses se orgulham através de gerações e gerações a terem sempre um enorme orgulho desta nobre instituição.
Depois deste dois últimos anos terríveis com a Pandemia, que transformou o nosso planeta e modificou o modo social de viver das pessoas, com o certo calendário ocupado este ano para a abrilhantar as festas e eventos, é pois gratificante realçar e de ver-se a nossa Banda a voltar a uma certa normalidade, que tem também sido fundamental a vontade e determinação das pessoas que tem dirigido este nosso organismo musical, que tal como alguém um dia disse a
" Banda de Loriga é a na verdade a nossa embaixatriz de Loriga"
Assim, se comemorou ontem mais um aniversário com uma singela festa que tive o privilégio de poder assistir ao estar de visita à nossa terra, foi digno de constatar da dominante boa disposição ao mesmo tempo que nos íamos deliciando com o delicioso
"tira gosto" da carne assada, vindo a culminar todos aqueles bons momentos, com o cantar dos Parabéns à nossa Banda e saboreando o bom e vistoso bolo de aniversário reiterando aqui. PARABÈNS À NOSSA BANDA DE LORIGA.


Sexta-feira 1.7.2022 (às9h30)TMG)

Bairro das Penedas
Festa do São Pedro

Singela e simpática festividade em honra do São Pedro, pelos moradores do harmonioso Bairro das Penedas, foi levada a efeito ontem quinta-feira, onde ao som da boa música se saboreou a magnifica sardinha vinda diretamente do mar de Peniche, a boa carne assada, caldo verde e sobremesas confeccionadas pelos moradores, que fez deliciar as pessoas presentes. PARABÈNS.


Arquivo das Noticias inseridas (últimos meses) aqui no "Actualidades"

Janeiro/2020

Março/2020

Maio/2020

Julho/2020

Setembro/2020

Novembro/2020

Fevereiro/2020

Abril/2020

Junho/2020

Agosto/2020

Outubro/2020

Dezembro/2020

***

Janeiro/2021

Março/2021

Maio/2021

Julho/2021

Setembro/2021

Novembro/2021

Fevereiro/2021

Abril/2021

Junho/2021

Agosto/2021

Outubro/2021

Dezembro/2021

***

Janeiro/2022

Março/2022

Maio/2022

Fevereiro/2022

Abril/2022

Junho/2022


Leia e divulgue o Jornais de Loriga, que existem a pensar nos Loriguenses e nos amigos de Loriga
Jornal "Garganta de Loriga" - Propriedade e Administração da ANALOR - Sacavém
Jornal Boletim Paroquial "A NEVE" - Propriedade e Administração Paroquial - Loriga

***

Grupo de Música Tradicional Portuguesa "Grupo Coral da ANALOR"
Contacto:
ANALOR (Associação dos Naturais e Amigos de Loriga - Sacavém, Telef.214917640 -
Email.- analor@netcabo.pt


E f e m é r i d e s

Janeiro

Março

Maio

Julho

Setembro

Novembro

Fevereiro

Abril

Junho

Agosto

Outubro

Dezembro


Álbum de Fotografias - Diversas (Fotos)

Álbum de Fotografias - Gente de Loriga (Fotos)

Página seguinte - Fotos de Loriga à noite

Arquivo Memorial - Diversos (Artigos de escrita)

Dados históricos (Artigos de escrita)


Uma ajuda para com mais rapidez entrar no tema do seu interesse

Indice


Set/1999 - net/prod.© c.Site AMMPina (Ano 2009)