Vila de Loriga



Álbum de Fotografias - Diversas (Fotos)

Álbum de Fotografias - Gente de Loriga (Fotos)

Página seguinte - Fotos de Loriga à noite

Arquivo Memorial - Diversos (Artigos de escrita)

Dados históricos (Artigos de escrita)

Arquivo:- Notícias em Destaque, de anos anteriores, aqui na "Actualidades"

***

Jorge Garcia - Aventura 2011 - Solidariadade para com o Bombeiros Voluntários de Loriga

Jorge Garcia - Aventura 2012 - Solidariedade para com as obras de restauro da Igreja Paroquial de Loriga

Jorge Garcia - Aventura 2013 - "O Caminho dos Peregrinos" movido no espírito da sua própria autonomia



Atualidade
- Síntese de Acontecimentos e Notícias -


Quarta-feira 20.3.2019 (às11H00)TMG

Faleceu
Maria Helena Mendes Amaro

Faleceu hoje (quarta feira) dia 20.3.2019, na Bobadela (Loures), Maria Helena Mendes Amaro, natural de Loriga e, há muitos anos a viver na Bobadela. Era filha de Carlos Luís Amaro e de Dolores Mendes

Amanhã (quinta-feira) é realizada a missa de corpo presente, na capela da Nossa Senhora da Saúde em Sacavém, pelas 10H45, sendo depois efetuado o funeral para o cemitério de Camarate, onde vai ser sepultada.

À família de luto os mais sentidos pêsames


Segunda-feira 18.3.2019 (às22H00)TMG

ANALOR
- Homenagem ás Associações sediadas em Loriga -

Mais uma bela iniciativa lançada pela ANALOR (Associação dos Naturais e Amigos de Loriga) com o anuncio de um convite aos loriguenses para participarem numa sessão de homenagem às Associações Loriguenses sediadas em Loriga, que vai ser levado a efeito no próximo dia 30 de Março, pelas 21 horas, no Salão Paroquial de Loriga.

Sempre em prol por Loriga, mais uma vez esta Associação loriguenses sediada em Sacavém, endereça a atenção para tudo que diga respeito aos desafios e problemas na terra da sua origem, sendo por isso de saudar, uma sessão que vai ter também o momento musical, abrilhantado com Tânia Moura, uma voz já a ter em conta, que vale a pena ouvir e admirar.


Sexta-feira 15.3.2019 (às8H00)TMG

33º. Aniversário
- Da Rádio Boa Nova de Oliveira do Hospital -

A Rádio Boa Nova da cidade de Oliveira do Hospital vai celebrar no próximo dia 19 de Março o seu 33º. Aniversário, uma rádio na vanguarda radiofónico regional, sendo na verdade a rádio mais ouvida em Loriga em 100.2 fm e pelos loriguenses espalhados pelo mundo via online, que com orgulho vêem fazer parte da vasta equipa desta emissora, o grande locutor loriguense José Manuel Conde, popularmente mais conhecido por "Zé Conde", bem como, sua esposa Natália Novais, ambos consagrados locutores desta popular Rádio Beirã, da qual fazem parte desde à sete anos atrás, quando abraçaram este projeto em Oliveira do Hospital.

Esta celebração do 33º. Aniversário vai ser assinalável com o lançamento do Livro "Dia 15" estando programada uma sessão para terça-feira da próxima semana dia 19 de Março, que terá lugar, pelas 21h15, no Aqua Village Health Resort & Spa nas Caldas de S. Paulo, em Oliveira do Hospital.

Na verdade a edição deste livro
"Dia 15" é um marco marcante para esta Rádio, que reporta à data do fatídico dia 15 de Outubro do ano de 2017, quando do catastrófico incêndio que assolou o concelho de Oliveira do Hospital, dia que também a rádio foi silenciada, mas que mesmo assim ter tido um papel preponderante no olhar em frente, que foi fulcral no tema de "permitindo que o verde se impusesse ao negro das cinzas", um dia que continua bem vivo na recordação de todos e como é assim referenciado.

"No dia 19 de março, queremos celebrar os 33 anos da Rádio Boa Nova que é uma história de Amor incondicional pela causa, pela região e pelas Pessoas. Neste dia, apresentamos o "Dia 15", o primeiro livro da história da Rádio, que é sobre o dia da mais admirável coragem de toda a nossa vida"
"Dia 15" reúne em livro as histórias de sobrevivência e de coragem, que são relatos de superação. O ponto de partida é o 15 de outubro de 2017, data do grande incêndio que causou um rasto de destruição, mas que puxou pela capacidade e coragem de todos para reagir. "Renascer" foi a palavra de ordem.
É preciso que amanhã, daqui a um ano, uma década ou meio século se saiba e todos falem da garra dos oliveirenses, naquele dia, que foi marcante. A Rádio Boa Nova lembra em palavras e imagens o início daquele dia. E dos dias seguintes. Em ordem cronológica, desde o "Dia 15", a Rádio apresenta as notícias e imagens, o QR Code para acesso digital aos conteúdos noticiados, muitos deles com suporte áudio e vídeo. Para dar força às palavras, o livro apresenta também um conjunto de 15 fotografias reveladoras da tragédia e da força da natureza que, com o passar do tempo, permitiu que o verde se impusesse ao negro das cinzas.
Passaram 17 meses. A Rádio que transmite em 100.2 FM e é hoje ouvida, vista e lida em todo o mundo em www.radioboanova.pt, não pode limitar o que aconteceu a consultas rápidas no site ou espreitadelas no facebook. É preciso que fique registado e que daqui a uns anos seja contado nas escolas e em todo o lado. Queremos fazer História, contando as tantas histórias, sabendo que outras tantas haverá ainda para contar.
O lançamento do livro acontece por ocasião da comemoração dos 33 anos da Rádio Boa Nova. A Rádio que o dia 15 silenciou. Dias depois, a Boa Nova "renasceu" para contar a coragem daqueles que abraçavam a vontade de resistir, de existir, de viver.


Quinta-feira 14.3.2019 (às8H00)TMG

Loriga vila Lusitana
- Celebração do Equinócio Lusitano -

Com objetivo da angariação de fundos para o grande evento "Loriga vila Lusitana" ano 2019, que vai ter lugar nos dias 12, 13 e 14 de Julho, vai ser realizado no próximo dia 31 de Março, de uma caminhada com o tema Celebração do Equinócio Lusitano, que sendo assim é mais uma bela iniciativa que se espera seja bastante concorrida.

A caminhada com cerca de 6 Km. (percurso médio/fácil) distância de cerca 10 Km com duração de 3H30, é sem dúvida um meio para os amantes da natureza também poderem contribuir para o êxito deste grande evento, ao mesmo tempo podendo desfrutar de um vasto e ímpar património histórico e natural, assim como, terem oportunidade também admirar paisagens inesquecíveis, que ficam para sempre na retina do olhar.

Aqui me prezo a registar o cartaz anunciante, com a respectiva informação.


Quarta-feira 13.3.2019 (às7H50)TMG

Bolo Negro de Loriga
- Candidato à "7 Maravilhas Doces de Portugal" -

Tal como já foi aqui amplamente divulgado, o Bolo Negro de Loriga está candidato ao grande concurso "7 Maravilhas Doces de Portugal" (categoria Doce de Território) que vai ser realizado durante este ano de 2019, uma iniciativa levado a efeito pela Confraria da Broa e do Bolo Negro de Loriga, sabendo-se também que para além do Bolo Negro como ex-líbris, foi também apresentadas as candidaturas de mais 4 produtos genuínos loriguenses nas respectiva categorias, - Categoria Doces de Inovação e Categoria Biscoitos e Bolos Secos - que dessa forma serão 5 os produtos de candidatura, que aqui nos cumpre registar e dar a devida divulgação como a seguir se expõe.

A CONFRARIA DA BROA E DO BOLO NEGRO DE LORIGA
APRESENTA CANDIDATURA ÀS "7 MARAVILHAS DE PORTUGAL DOCES DE PORTUGAL"

"A Confraria da Broa e do Bolo Negro de Loriga submeteu uma candidatura ao Concurso "7 Maravilhas Doces de Portugal". O objetivo principal desta candidatura é valorizar e promover os produtos/especialidades dos doces e da bolaria de Loriga. A promoção dos nossos produtos é uma alavanca para o desenvolvimento da nossa terra e apresenta-se como um gerador de riqueza, emprego e sobretudo fortalece o espírito de comunidade e de pertença, tão importantes para um território como o nosso.

Integram esta Candidatura os seguintes produtos de Loriga:

*****

- Bolo Negro de Loriga (categoria Doce de Território);

- Pudim de Bolo Negro (categoria Doces de Inovação);

- Pasteis de Requeijão com Doce Abóbora (categoria Doces de Inovação);

- Peles de Leitão (categoria Biscoitos e Bolos Secos);

- Pastel de Nata com Queijo da Serra (categoria Doce de Inovação);

*****

Esta candidatura envolveu vários parceiros, nomeadamente - Padaria Loripão, Café Restaurante Império, Junta de Freguesia de Loriga e Câmara Municipal de Seia - que colaboram ativamente na apresentação destes deliciosos produtos.
A Confraria da Broa e Bolo Negro de Loriga aguarda com expetativa o resultado da apreciação dos especialistas que irão validar as candidaturas, na certeza de que estas especialidades únicas do nosso território constituem, sem dúvida, como uma das Maravilhas de Portugal".


Terça-feira 12.3.2019 (às10H00)TMG

Efemérides Históricos
- 70 Anos -- Do Jornal "A Neve" -

Faz neste mês de Março de 2019, os 70 anos da publicação do primeiro número do Jornal "A Neve" hoje em dia chamado Boletim Paroquial de Loriga, que para além de ser distribuído em Loriga e por todo o país, é enviado para muitos países, nomeadamente na Europa, países Lusófonos, Estados Unidos e outros países da América do Sul.
Para a história e como data histórica fica o mês de Março de 1949, quando sai o primeiro número do jornal
"A Neve" que tinha sido fundado em Lisboa por um grupo de loriguenses, tendo como o seu primeiro Director o senhor Dr. Carlos Bastos Leitão, que nesse primeiro número podia-se ler no prefácio da primeira página o tema - "Por tudo e por todos - A bem de Loriga e da região".
Na altura foi na verdade um passo de gigante como forma do meio da comunicação social de Loriga, eram tempos em que as notícias tinham uma certa impossibilidade de serem divulgadas, que com o aparecimento deste jornal, foi de certa forma notório uma alteração significativa no quotidiano de uma vila e de uma população, que até então parecia adormecida neste aspeto de avidez de notícias, nessa época o jornal
"A Neve" foi mesmo um sucesso.
No entanto, por motivos vários que foram surgindo ao longo desse primeiro período da existência do jornal, aconteceu a inevitável interrupção da sua publicação, que ficou traduzida de certa forma por alguma frustração. Anos mais tarde foi então encontrada uma forma de voltar a ser novamente publicado, o que viria acontecer em Maio de 1958, com a sua publicação a ser feita como Jornal Paroquial de Loriga, que passou dessa forma a fazer parte orgânica dos Boletins Paroquiais da região do Concelho de Seia.

Primeiro cabeçalho do 1º. Número em Março de 1949 - Fundado em Lisboa

Primeiro cabeçalho do 1º. Número em Maio de 1958 - Como jornal da Paróquia de Loriga

***

60 Anos - Do Jornal "A Neve"

Assim, "A Neve" como jornal paroquial passou para propriedade da Fábrica e do Secretariado Paroquial de Loriga, com o primeiro número a sair em Maio de 1958, sendo a sua Redacção sediada no Largo do Adro da Igreja número 16, que passou a ser como Boletim Paroquial no modo orgânico e funcional da Igreja, sendo também nesse prisma a obrigatoriedade de ter como Director e Editor da publicação o Pároco em funções, como também ficando de registo para a história, ter sido como seu primeiro director o Senhor Padre António Roque Abrantes Prata, na altura o Pároco de Loriga.
Deve-se também recordar como registo, que o nosso popular e acarinhado jornal
"A Neve" vive unicamente da boa vontade dos seus leitores, porque na verdade só assim é possível a sua sobrevivência e continuar como verdadeiro mensageiro a chegar a qualquer parte do mundo, onde vivem loriguenses e suas famílias, sendo de realce hoje sete décadas passadas podermos ver o jornal "A Neve" na sua continuação firme e predominante, neste caso desde quando saiu o seu primeiro número de mais de seis décadas como o nosso Jornal Paroquial.

Cabeçalho atual - Jornal da Paróquia de Loriga


Quinta-feira 7.3.2019 (às17H00)TMG

Faleceu
Maria Isabel Moura Brito Lages


Faleceu hoje quinta-feira no hospital de Seia,
Maria Isabel Moura Brito Lages, de 71 anos (27.6.1947) conhecida no meio loriguense por "Isabel do Farias"

O Funeral vai ser realizado amanhã (sexta-feira) em Loriga, pelas 16H00 horas, onde será sepultada no cemitério local.

À família de luto os mais sentidos pêsames


Quarta-feira 6.3.2019 (às15H00)TMG

Município de Seia
- Comparticipação em Despesas com Medicamentos -

Uma acção que abrange idosos e pensionistas por invalidez, de comparticipação em despesas com medicamentos, com o período de candidaturas em 2019 a decorrer durante o mês de março e prevê apoiar até um limite de 50 beneficiários.
A Câmara Municipal abriu um novo período de candidaturas destinado a apoiar idosos e pensionistas por invalidez na compra de medicamentos, ao abrigo do Programa Municipal de Comparticipação em Despesas com Medicamentos.

"O apoio concretiza-se sob a forma de reembolso de despesas, em 50 por cento, na parte que cabe ao utente, nos medicamentos adquiridos na área do concelho de Seia, prescritos em receita médica e comparticipados pelo Serviço Nacional de Saúde.
Para o efeito, a autarquia alocou para este ano uma verba de 5.000€ e fixou um limite de 50 beneficiários.
Podem candidatar-se ao programa idosos, com mais de 66 anos, e pensionistas por invalidez que, cumulativamente: residam no município de Seia há um ano e estejam recenseados nos seis meses anteriores à data do requerimento; o rendimento mensal per-capita do agregado familiar não ultrapasse o valor fixado no Indexante dos Apoios Sociais (435,76€); não usufruam de quaisquer outros apoios nesta área; e não tenham dívidas para com a Câmara.
Para requerer este apoio, os interessados devem efetuar o seu pedido à Câmara Municipal, junto do Balcão Único, mediante preenchimento de formulário próprio. As candidaturas decorrem de 1 a 29 de março.

O Programa Municipal de Comparticipação em Despesas com Medicamentos permitiu apoiar desde 2015 mais uma centena de seniores, constituindo um complemento às políticas sociais do Município, no combate às desigualdades sociais, à progressiva inserção social e melhoria das condições de vida da população."

cm-online


Terça-feira 5.3.2019 (às9H00)TMG

32º. Aniversário
- ANALOR -

Faz hoje 32 anos da fundação da ANALOR (Associação dos Naturais e Amigos de Loriga) a maior associação loriguense sediada fora de Loriga, com sede em Sacavém, uma localidade que muito tem a ver com Loriga.
Desde alguns anos atrás do ano de 1987, que os loriguenses radicados em Lisboa e arredores ambicionavam criar um espaço onde pudessem viver a sua terra, confraternizar e contribuir no seu desenvolvimento e na divulgação cultural da terra que tinha sido seu berço.

Esse desejo se tornou realidade, quando num espírito de verdadeiro bairrismo, alguns loriguenses determinados da vasta comunidade espalhada pela Grande Lisboa, abraçaram a ideia de levar em frente a criação desta Associação, que aqui nos prezamos a registar os seus nomes ao ficarem ligados à sua fundação - António Cardoso Matias, Jorge Manuel Nunes Amaro, André Marmeleiro, Mário Alves dos Santos, Augusto Moura Brito, Mário Gonçalves da Cruz, António Brito Romano, Carlos Figueiredo e José Ferrão.

Assim, em 5 de Março de 1987, é fundada a Associação dos Naturais e Amigos de Loriga (ANALOR) sendo então concretizado e registado a sua criação em Cartório Notarial e, posteriormente publicado no Diário da República, ficando assim concretizado esse sonho de que os naturais de Loriga, suas famílias e amigos da nossa terra, muito se orgulham.

Já agora convém recordar alguns apontamentos de registo, dizer-se que a morada da sua primeira sede, foi na Rua dos Combatentes da Grande Guerra, nr.34 em Sacavém, casa de um dos fundadores, depois a sede oficial passou a ser na Rua José Augusto Braancamp, nr. 27, também em Sacavém, casa pertencente a um Loriguense, que a disponibilizou para esse efeito.
Mais tarde, a sede da Associação passou para o Largo 5 de Outubro, nr.16 também nesta mesma localidade de Sacavém, instalações cedidas pela autarquia local, habitação num verdadeiro estado de degradação, mas que foram tornadas condignas e funcionais para servirem como uma primeira necessidade, após um enorme esforço nos trabalhos de recuperação e restauro da mesma, que foi levado a efeito pelos associados e amigos de Loriga.
Entretanto, com o rigor do inverno, as estruturas desta mesma casa começaram sistematicamente também a degradarem-se, constituindo até um perigo a permanência nas mesmas. Por isso, como prioridade a necessidade de encontrar novas instalações, realçando-se aqui a cooperação de registo que já havendo com a autarquia local foi possível encontrar a solução e assim, a sede foi mudada para onde hoje se encontra, ou seja na Rua Sport Grupo Sacavenense Nr.16 F, situada na Quinta do Património em Sacavém.

Parabéns à ANALOR


Domingo 3.3.2019 (às15H30)TMG

Bolo Negro de Loriga
- Candidato à "7 Maravilhas Doces de Portugal" -

Notícias divulgadas nos dão conta da candidatura do Bolo Negro de Loriga ao grande concurso das "7 Maravilhas Doces de Portugal" que vão decorrer neste ano de 2019, nos competindo aqui saudar esta iniciativa, levada a efeito pela Confraria da Broa e do Bolo Negro de Loriga, que desta forma será mais um passo gigante na divulgação desta preciosidade de doçaria tradicional de Loriga.
As candidaturas para este concurso têm que ser feitas até ao próximo dia 7 de Março, para já o Bolo Negro de Loriga é já um dos nomeados, que assim sendo está dado o primeiro passo para este concurso que engloba as categorias - Doces de Território, Bolo de Pastelaria, Doce de Colher e Doce à Fatia, Biscoitos e Bolos Secos, Doces Festivos, Doces de Fruta e Mel e Doces de Inovação - na verdade tudo isso à base de produtos endógenos, ao mesmo tempo incentivando ao empreendedorismo local, bem como, a tradição e a importância económica, social e cultural.
Este concurso é um projeto da RTP1, que numa primeira fase a votação será feita em cada um dos dezoito distritos e duas regiões autónomas, com vinte programas de daytime em direto a realizar nos meses de Julho e Agosto. Haverá nesta fase sete candidatos por distrito e regiões autónomas, num total de cento e quarenta doces candidatos, sendo que de cada programa na RTP1 sai um pré-finalista que passará às semifinais.
A Gala Finalíssima decorrerá a 7 de Setembro de 2019 e será transmitida também pela RTP1, em horário nobre. Dos catorze finalistas apurados vão ser eleitos sete doces pelos portugueses como 7 Maravilhas de Portugal
Com a candidatura do Bolo Negro de Loriga, será na verdade um projeto determinado, arrojado e audacioso, por isso, termos todos os loriguenses o dever de apoiar e torcer para que possamos ir vendo ultrapassar todos os passos e que a respectiva nomeação para as fases seguintes seja uma realidade, de maneira que possamos ver e testemunhar em Setembro o nosso Bolo ex-líbris de Loriga, nas
"7 Maravilhas Doces de Portugal".


Sábado 2.3.2019 (às09H30)TMG

Uma notícia importante
- Para divulgar -

Um passo importante e mais uma formalidade cumprida, no complemento do marco histórico da aprovação e oficialização do Brasão, Selo e Bandeira da vila de Loriga. Notícia que nos cumpre e por deve aqui divulgar


Arquivo das Noticias inseridas (últimos meses) aqui no "Actualidades"

***

Janeiro/2017

Março/2017

Maio/2017

Julho/2017

Setembro/2017

Novembro/2017

Fevereiro/2017

Abril/2017

Junho/2017

Agosto/2017

Outubro/2017

Dezembro/2017

***

Janeiro/2018

Março/2018

Maio/2018

Julho/2018

Setembro/2018

Novembro/2018

Fevereiro/2018

Abril/2018

Junho/2018

Agosto/2018

Outubro/2018

Dezembro/2018

***

Janeiro/2019

Fevereiro/2019


Leia e divulgue o Jornais de Loriga, que existem a pensar nos Loriguenses e nos amigos de Loriga
Jornal "Garganta de Loriga" - Propriedade e Administração da ANALOR - Sacavém
Jornal Boletim Paroquial "A NEVE" - Propriedade e Administração Paroquial - Loriga

***

Grupo de Música Tradicional Portuguesa "Grupo Coral da ANALOR"
Contacto:
ANALOR (Associação dos Naturais e Amigos de Loriga - Sacavém, Telef.214917640 -
Email.- analor@netcabo.pt


E f e m é r i d e s

Janeiro

Março

Maio

Julho

Setembro

Novembro

Fevereiro

Abril

Junho

Agosto

Outubro

Dezembro


Álbum de Fotografias - Diversas (Fotos)

Álbum de Fotografias - Gente de Loriga (Fotos)

Página seguinte - Fotos de Loriga à noite

Arquivo Memorial - Diversos (Artigos de escrita)

Dados históricos (Artigos de escrita)


Uma ajuda para com mais rapidez entrar no tema do seu interesse

Indice


Set/1999 - net/prod.© c.Site AMMPina (Ano 2009)